Você está em:

Quadrinista e roteirista da Turma da Mônica visita o Colégio Santa Maria

​No dia 24 de abril, os alunos do 4.º Ano/EF e 6.º Ano/EF, do Colégio Espanhol Santa Maria Cidade Nova, tiveram a oportunidade de assistir a uma palestra com o quadrinista e roteirista da Turma da Mônica, João Marcos Mendonça. Durante o encontro, os estudantes conheceram um pouco da história do quadrinista, fizeram perguntas e aprenderam algumas técnicas de desenho. Na ocasião, os alunos também conheceram o recente trabalho de João Marcos, o livro em quadrinhos “20.000 Léguas Submarinas”, que é uma adaptação da obra do escritor Júlio Verne.

Segundo João Marcos, a palestra é uma oportunidade para conhecer a opinião dos leitores sobre o seu trabalho. “É muito bom ter esse retorno. Eu gosto de conhecer os leitores, de conversar com eles nas escolas. É nessa hora que você percebe o que está bom, o que pode melhorar e quais foram as percepções deles sobre o seu trabalho”.

Saiba mais

Nascido em Ipatinga, João Marcos Mendonça é professor do curso de Arquitetura da Universidade Vale do Rio Doce, em Governador Valadares. É mestre em Artes Visuais pela Escola de Belas Artes da UFMG. Trabalha como roteirista da Turma da Mônica e como chargista do jornal Diário do Aço, de Ipatinga. É também criador da webcomics, publicações de quadrinhos exclusivos para a internet, "Mendelévio e Telúria". Em 2007 foi premiado em São Paulo e ganhou o Troféu HQ Mix por sua dissertação de Mestrado.

Atua há 25 anos no mercado e seu primeiro emprego foi no jornal Diário do Aço, de Ipatinga. “Eu fazia de 8 a 10 charges por dia para o jornal. A princípio eu só ilustrava, depois de um ano comecei a criar os textos das charges também. Essa primeira oportunidade foi incrível! Era uma diversão, eu adorava desenhar e no fim do mês ainda ganhava para isso. Hoje, eu ainda faço charges para o jornal”, disse.

O público-alvo do quadrinista é o infantil. “Eu me identifico muito com as crianças. Gosto de ir até as escolas, conversar com os alunos. Isso desmistifica a figura do autor. Quando eu chego a algumas escolas, os alunos ficam surpresos. Muitas crianças, depois da palestra, vêm conversar comigo e confessam que achavam que eu era velho ou que já tinha morrido.”

Turma da Mônica

João Marcos cresceu lendo as revistinhas da Turma da Mônica e sempre teve o sonho de conhecer o criador da publicação, Maurício de Sousa. “Em 2007, aproveitando que estava em São Paulo para receber um prêmio, fui conhecer o estúdio da Turma da Mônica, mas o Maurício de Sousa não estava. No ano seguinte, fui ao estúdio novamente e desta vez o conheci e apresentei meu trabalho.  O Maurício gostou muito e perguntou se eu aceitava trabalhar como roteirista na Turma da Mônica. Eu comecei a chorar, foi uma emoção muito grande. Desde 2009 escrevo para a Turma da Mônica.”

 

DSC08241.JPGDSC08253.JPGWP_20140424_016.jpgWP_20140424_017 (1).jpgWP_20140424_018.jpgWP_20140424_031.jpg