Você está em:

História

O Colégio Santa Maria Minas, da Arquidiocese de Belo Horizonte, constitui uma rede de ensino que presta o serviço de Educação Básica como uma das opções oferecidas pela Escola particular. A história da instituição tem início com a vinda das Irmãs Dominicanas, de Sévres, na França, para Belo Horizonte, em 1903, com o propósito de inaugurar a primeira instituição educacional da nova capital, o Colégio Santa Maria.

Inicialmente funcionou no palacete Antônio Olinto, onde hoje está instalada a Basílica Nossa Senhora de Lourdes. Depois foi transferido para o Palacete do Conde de Santa Marinha, próximo à Estação Ferroviária.  Em 22 de maio de 1909, o Colégio Santa Maria ocupou a sede definitiva, localizada à rua Jacuí, 237, no bairro Floresta.

Em 1948, a Arquidiocese de Belo Horizonte fundou sua primeira instituição escolar, o Colégio Arquidiocesano, voltado para a Educação da infância e da primeira juventude. Em 1966 foi criado o Ginásio da União Colegial de Minas Gerais, posteriormente denominado Colégio da Universidade Católica de Minas Gerais, com o objetivo de criar uma escola de Nível Médio.

A Arquidiocese de BH, em 1971, criou o Instituto Arquidiocesano de Educação, órgão específico para a administração do ensino de 1.º e 2.º graus, incorporando os colégios Arquidiocesano e Santa Maria. Esse foi o primeiro passo na perspectiva de racionalização da administração e integração didático-pedagógica de colégios mantidos pela Sociedade Mineira de Cultura (SMC).

Em 1984, a SMC criou seu sistema de ensino para a Educação Básica, o Sistema de Ensino Arquidiocesano, em razão das origens e da história de suas Unidades Escolares, inseparáveis do ideal da missão vivida por seus fundadores, que, de diversas formas, expressavam a presença da Arquidiocese de Belo Horizonte na Educação em Minas Gerais.

Com o objetivo de personalizar o trabalho educacional desenvolvido pela Arquidiocese de Belo Horizonte, em 2006, as Unidades Escolares, então integrantes do Sistema de Ensino Arquidiocesano, passaram a ser denominadas Colégio Santa Maria, em referência à primeira instituição educacional de Belo Horizonte, com o seu passado sempre presente na memória da sociedade. Ao longo dos anos, outras Unidades Escolares foram inauguradas, levando educação de qualidade às cidades de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Nova Lima e Sete Lagoas.

No ano de 2018, o Colégio Santa Maria apresentou sua nova marca. Também foi acrescentada a palavra “Minas” ao seu nome, tornando-o ainda mais próximo da PUC Minas e reafirmando o vínculo entre as renomadas instituições da Arquidiocese de Belo Horizonte.


Unidades Escolares

 

Colégio Santa Maria Minas – Unidade Floresta

Em 20 de julho de 1903, autoridades e famílias da sociedade belorizontina, com toda solenidade, receberam as Irmãs francesas, Mère Cólombe, Mère Marie Pauline, Mère Marie Gabrielle e Soeur Jeanne du Rosaire, com o Capelão, Père Henri Mothon, para fundarem o primeiro colégio da nova capital, o Colégio Santa Maria.

A primeira sede foi no palacete Antônio Olinto, onde hoje se ergue a Basílica Nossa Senhora de Lourdes. A segunda sede do Colégio Santa Maria foi no palacete do Conde de Santa Marinha, perto da Estação Ferroviária. Instalou-se em sua sede definitiva, em 22 de maio de 1909, na área da esquina das ruas Pouso Alegre e Jacuí, no bairro Floresta, onde desenvolveu e ampliou suas atividades.

Convém registrar que da vitalidade educativa do Colégio Santa Maria nasceu e firmou-se a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Santa Maria, fundada em 1945. Doada, em 1949, à Sociedade Mineira de Cultura, incorporou-se ao conjunto de Faculdades que resultaram na Universidade Católica de Minas Gerais, atual PUC Minas.

O Colégio chegou a ser administrado pela Universidade de 1969 a 1971, ano em que a Sociedade Mineira de Cultura criou o Instituto Arquidiocesano de Educação. Em 1984, tornou-se Unidade Escolar do Sistema de Ensino Arquidiocesano. Em 2006, passou a denominar-se Colégio Santa Maria Floresta e, em 2018, Colégio Santa Maria Minas – Unidade Floresta.


Colégio Santa Maria Minas – Unidade Pampulha

A fundação do então Colégio Arquidiocesano de Belo Horizonte, em 1948, concretizava um desejo do primeiro Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, Dom Antônio dos Santos Cabral. Consciente dos valores da presença da Igreja no trabalho da Educação, Dom Cabral criou uma nova escola católica na cidade, expressando, de forma jurídica, canônica e civil, a ação imediata da própria Arquidiocese na escola de Nível Secundário.

Em 22 de outubro de 1970, consultado o Conselho Presbiteral, o Colégio passou a ser mantido pela Sociedade Mineira de Cultura. Em 1971, constituiu, com o Colégio Santa Maria, o Instituto Arquidiocesano de Educação. Em 1984, tornou-se Unidade Escolar do Sistema de Ensino Arquidiocesano.

As transformações do Bairro Barro Preto, onde, na avenida Augusto de Lima, o Colégio funcionou de 1948 a 1978, exigiram mudanças que resultaram em sua instalação na Região da Pampulha. Em 28 de fevereiro de 1981, inaugurou-se sua atual sede, no bairro Planalto. Em 2006, passou a denominar-se Colégio Santa Maria Pampulha e, em 2018, Colégio Santa Maria Minas – Unidade Pampulha.


Colégio Santa Maria Minas – Unidade Nova Lima

Em janeiro de 1935, foi lançada a semente da escola que se faz presente nos valores da história da Educação em Nova Lima: o pequeno curso particular, fundado pela Prof.a Maria Marta Drumond Fonseca. O ideal das famílias da cidade e a participação da Companhia Morro Velho resultaram na fundação do colégio, que, em 1936, instalou seus Cursos Normal e de Comércio.

Em 1973, o Liceu Imaculada Conceição foi adquirido pela Sociedade Mineira de Cultura, sob administração da Universidade Católica de Minas Gerais. Em 1984, ao se instituir o Sistema de Ensino Arquidiocesano, tornou-se uma de suas Unidades Escolares. Em 2006, passou a denominar-se Liceu Santa Maria Imaculada e, em 2018, Colégio Santa Maria Minas – Unidade Nova Lima.


Colégio Santa Maria Minas – Unidade Coração Eucarístico

O Colégio traz a marca do Ideal de uma formação cristã integral: da infância à juventude, formando lideranças autênticas, a serviço da promoção do povo de Deus. Ideal do então Reitor da Universidade Católica, Dom Serafim Fernandes de Araújo — que foi Cardeal e Arcebispo Emérito de Belo Horizonte — fundador do Colégio, na época, 1968, denominado Colégio da Universidade Católica de Minas Gerais.

Em julho de 1984, atendendo ao plano de integração e desenvolvimento dos estabelecimentos de Ensino de 1.º e 2.º graus, mantidos pela Sociedade Mineira de Cultura, passou a integrar o Sistema de Ensino Arquidiocesano. Em 1988, recebeu a denominação de Colégio São Bento. Em 2006, passou a denominar-se Colégio Santa Maria Coração Eucarístico e, em 2018, Colégio Santa Maria Minas – Unidade Coração Eucarístico.


Colégio Santa Maria Minas – Unidade Contagem

Sua fundação fez-se pelo padre José Maria De Man, da Congregação dos Padres do Trabalho, em 1979. Do seu grande amor à Educação e do seu prestígio como consultor da Organização Católica Adveniat (Alemanha), para ajuda a projetos sociais e educacionais no Brasil, resultou a obra de fundação do Colégio Técnico, em cujos espaços, atualmente, localiza-se um Campus da PUC Minas.

O Ideal do padre De Man era a Educação Profissional, a criação de um centro de preparação de técnicos na região industrial de Contagem, sobretudo nas habilitações da área de Mecânica e de Eletrotécnica. Em 1980, ele doou o Colégio à Sociedade Mineira de Cultura e sua integração ao Sistema de Ensino Arquidiocesano ocorreu em 1986.

Em 2006, passou a denominar-se Colégio Santa Maria Contagem e, em 2018, Colégio Santa Maria Minas – Unidade Contagem. Hoje oferece Ensino Fundamental e Ensino Médio.


Colégio Espanhol Santa Maria Minas – Unidade Cidade Nova

Em janeiro de 1985, foi inaugurado o Colégio Santa Maria – Cidade Nova pelo Sistema de Ensino Arquidiocesano. No dia 5 de dezembro de 1999, tornou-se Colégio Espanhol Santa Maria, por meio de um Convênio assinado pelo presidente da Sociedade Mineira de Cultura, na época o Cardeal Dom Serafim Fernandes de Araújo, e o então Ministro da Educação e Cultura da Espanha, Mariano Rajoy Brey.

Implantou-se, progressivamente, uma ampla extensão do currículo de estudos, que assegura aos alunos o reconhecimento dos seus cursos pelo Governo Espanhol. Em 2006, passou a denominar-se Colégio Espanhol Santa Maria Cidade Nova e, em 2018, Colégio Espanhol Santa Maria Minas – Unidade Cidade Nova.


Colégio Santa Maria Minas – Unidade Nova Suíça

Do desejo do então Superintendente de Educação Básica, professor padre Antônio Sérgio Palombo de Magalhães, e a necessidade da Congregação das Irmãs de Caridade do Bom Pastor, surgiu o Colégio Sant’Ana. Sua inauguração, em fevereiro de 1992, viabilizou a instalação de um Colégio que, ao mesmo tempo, se tornou um Centro de Lazer e Formação para todo o Sistema de Ensino Arquidiocesano, dadas as condições excepcionais de suas instalações e de sua vasta área externa.

Ao lado do Colégio, a Sociedade Mineira de Cultura edificou o novo Convento das Irmãs do Bom Pastor. Em 2006, passou a denominar-se Colégio Santa Maria Nova Suíça e, em 2018, Colégio Santa Maria Minas – Unidade Nova Suíça.


Colégio Santa Maria Minas – Unidade Betim

A criação do Colégio Santa Maria Betim ocorreu em consonância com o Ideal do serviço à Educação que a Arquidiocese de Belo Horizonte presta na Capital e Região Metropolitana. Também atendeu à demanda das famílias por uma opção de Escola particular, confessional, de orientação católica, para seus filhos.

Suas atividades tiveram início em fevereiro de 2013, atendendo estudantes do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Em 2018, passou a denominar-se Colégio Santa Maria Minas – Unidade Betim.


Colégio Santa Maria Minas – Unidade Medianeira

Em 2014, ano em que o Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, celebrou 10 anos à frente da Arquidiocese de Belo Horizonte, o Colégio Santa Maria anunciou a integração de mais uma Unidade Escolar à sua rede de colégios, a Escola Santa Luzia, situada na Rua Itabirito, 333, no Bairro Santa Efigênia.

A instituição foi idealizada pelas Obras Sociais Nossa Senhora Medianeira, no ano de 1982, e, em 2014, passou a denominar-se Colégio Santa Maria Medianeira, com atendimento a alunos do Maternal II ao 5ºAno do Ensino Fundamental, nos turnos manhã e tarde. Em 2018, passou a denominar-se Colégio Santa Maria Minas – Unidade Medianeira.


Colégio Santa Maria Minas Providência – Unidade Conjunto Taquaril

Colégio Santa Maria Minas Providência – Unidade Jardim Vitória

Colégio Santa Maria Minas Providência – Unidade Santa Efigênia

O Projeto Providência, atualmente denominado Providens, é uma entidade filantrópica que se dedica à promoção humana, à garantia dos direitos de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social, com a missão de educar para a vida, favorecendo o desenvolvimento integral e o exercício da cidadania. Criado em 1988 por padre Mário Pozzoli, que dirigiu o Projeto até o início de 2014, ano em que a Arquidiocese de Belo Horizonte o assumiu.

Em 2015, a Educação Infantil das três Unidades Escolares do Projeto Providens passou a compartilhar os valores e as diretrizes do Colégio Santa Maria. Em 2016, as Unidades Escolares passaram a denominar-se: Colégio Santa Maria Providência – Conjunto Taquaril, Colégio Santa Maria Providência – Jardim Vitória e Colégio Santa Maria Providência – Santa Efigênia.

O Colégio Santa Maria Providência proporciona a crianças, de três a cinco anos de idade, a Educação comprometida com o saber e a formação humana. Em 2018, passaram a denominar-se Colégio Santa Maria Minas Providência – Unidade Conjunto Taquaril, Colégio Santa Maria Minas Providência – Unidade Jardim Vitória e Colégio Santa Maria Minas Providência – Unidade Santa Efigênia.


Colégio Santa Maria Minas – Unidade Sete Lagoas

Em 1922, na cidade de Sete Lagoas, o Colégio Diocesano Dom Silvério iniciou suas atividades com o missionário Monsenhor Messias de Sena Batista, por ocasião do Centenário da Independência do Brasil, e foi chamado inicialmente de Colégio Eucarístico da Independência. Em seus primeiros anos, funcionou com o sistema de internato e atendia a jovens que cursavam o Ensino Colegial.

O Colégio Santa Maria Minas está presente na cidade de Sete Lagoas, desde agosto de 2019, quando o Diocesano Dom Silvério passou a ser mantido pela Sociedade Mineira de Cultura, com a denominação de Colégio Santa Maria Minas – Unidade Sete Lagoas. O Colégio oferece ensino de qualidade para estudantes do Ensino Fundamental ao Ensino Médio.