Você está em:

Maio, mês dedicado a Maria

​O desenho de Nossa Senhora do Carmo, do aluno Rodrigo Nogueira do 6º Ano/EF, turma AA, da Unidade Betim, ilustrou juntamente com outras oito imagens de Nossa Senhora a matéria "Os muitos títulos de Nossa Senhora" da edição de maio da Revista A Turma.

A equipe da publicação convidou os alunos do 6º Ano/EF para desenhar a imagem da padroeira da cidade de Betim, Nossa Senhora do Carmo. A ilustração escolhida estava entre os desenhos dos alunos das turmas AA e AD que aceitaram o convite para participar da atividade, realizada durante a aula de Artes.

A matéria da revista descreve a devoção mariana e os vários nomes que Nossa Senhora recebe pelo mundo.

 

Um pouco da história de Nossa Senhora do Carmo

O título Nossa Senhora do Carmo, dado a Maria, mãe de Jesus, vem de um santuário antigo, situado no Monte Carmelo, região montanhosa de Israel que fica entre o Mar Mediterrâneo e as planícies de Jezrael. Segundo a Bíblia, ali, o profeta Elias orou e profetizou (Cf. 1 Rs 18, 42- 46). Durante os primeiros séculos do Cristianismo, monges viviam em suas cavernas como eremitas e posteriormente consagraram a Maria um santuário, originalmente, consagrado a uma divindade da fecundação. Maria passou a ser o símbolo da maternidade divina que tudo fecunda de amor. Pouco a pouco, aquela imagem da Mãe de Jesus, venerada no Monte Carmelo, passou a se chamar "Nossa Senhora do Carmo".

O escapulário que a imagem traz nas mãos, tem o sentido de proteção e de serviço. Para os religiosos carmelitas, é símbolo de consagração religiosa na Ordem de Nossa Senhora do Carmo. Para os fiéis leigos, para o povo, é símbolo de devoção e afeto para com a mesma Senhora do Carmo. Nos meios populares, é conhecido como "bentinho do Carmo".

 

20150519_084347.jpg