Você está em:

Estudantes criam soluções para reduzir microplásticos em Betim

 

O grupo de estudantes da 1.ª Série/EM do Colégio Santa Maria Minas – Unidade Betim que participa, voluntariamente, do projeto FrancEcolab Brasil está produzindo uma Carta Aberta para a Diretoria-Geral do Colégio, por meio de sua Comissão de Ecologia Integral. No documento, os alunos irão apresentar sugestões que visam a redução, a reutilização e, em muitos casos, a recusa de produtos que contenham microplásticos. Na Carta Aberta serão listadas as fontes de consumo crítico, identificadas a partir de um mapeamento na Unidade Escolar. Além disso, eles estão desenvolvendo um aplicativo de sustentabilidade, o Desplastificando.

Eles participaram de uma reunião, em 12 de novembro, com representantes do projeto de Extensão da PUC – Minas Betim, “Reciclagem Solidária e Inclusiva”, realizado em parceria com a Unidade Betim e integrantes da prefeitura local. Gestores das áreas de Meio Ambiente e Limpeza Urbana de Betim, Ronivon Fonseca e José Pereira, respectivamente, convidaram os estudantes a apresentar oficialmente à prefeitura local o protótipo do aplicativo Desplastificando e as propostas listadas na Carta Aberta.

Com o aplicativo, que está em produção, o consumidor poderá fazer escolhas mais sustentáveis ao fazer compras. Ao inserir um produto, por exemplo um creme dental, o Desplastificando indicará qual a marca que não possui microplásticos – ou que menos possui – em sua composição. Para os gestores, as propostas podem ser aproveitadas pela Prefeitura Municipal de Betim para a redução de resíduos microplásticos na cidade. No encontro, estavam presentes representantes de 10 escolas municipais que se interessaram pelas diretrizes listadas na Carta Aberta.