Você está em:

Dom Walmor faz plantio de jequitibá na Unidade Floresta

O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, acompanhado da Diretoria-Geral do Colégio Santa Maria Minas e membros da comunidade educativa, plantou uma muda de jequitibá na Unidade Floresta, na manhã deste sábado, 11 de setembro. O plantio faz parte das comemorações do Ano Jubilar Centenário da Arquidiocese de Belo Horizonte. Cem mudas de jequitibá estão sendo plantadas em diferentes comunidades de fé e também integrarão o conjunto paisagístico da Catedral Cristo Rei.

O plantio foi partilhado com os diretores-gerais, Juliana Carvalho Moreira, padre Márcio Ribeiro de Souza, Ricardo Lúcio de Assis; a diretora da Unidade, Alessandra Barcelos; o estudante Heitor Silva Lopes Ferreira, acompanhado de seus pais Irlene Aparecida Silva Lopes e Pierre Santos Ferreira; os funcionários Luiz Gonzaga Vieira e Weder Eduardo Viana; e a professora Jaqueline Beatriz da Costa Moura, que representaram toda a comunidade educativa da rede de Colégios.

Dom Walmor destacou o simbolismo do plantio, um gesto simples e de muito significado, em especial o cuidado com a Casa Comum, em comunhão com toda a comunidade. “No contexto da Arquidiocese de Belo Horizonte, o Colégio Santa Maria Minas e a PUC Minas são os jequitibás, pela sua grandeza, pelo serviço que prestam enquanto Igreja servidora: a educação e a cultura”.

Ainda durante o plantio, a Diretora-Geral Pedagógica, Juliana Carvalho Moreira, fez a leitura do poema “Sua majestade, Jequitibá”, escrito pela Agente de Pastoral do CSM Minas, Porcina.