Você está em:

Dom Walmor agradece a presença do Colégio Santa Maria na Torcida de Deus

​O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, durante a entrevista coletiva concedida antes da Celebração Eucarística, da 15.ª Torcida de Deus, fez um agradecimento especial à comunidade do Colégio Santa Maria. Foram mais de 500 fiéis, entre alunos, familiares, funcionários e professores.

“Quero agradecer a presença de todos do Colégio Santa Maria. Vieram para a Torcida de Deus, representando os mais de 12 mil alunos da instituição, com o espírito de paz e de alegria”, disse Dom Walmor de Azevedo. Ressaltou ainda, durante a coletiva, que diante de tanta violência, a presença de fiéis jovens na solenidade é a prova de que existe o caminho do amor.

Coreografia emociona fiéis

O grupo de 110 alunas do 5.º Ano/EF das Unidades Coração Eucarístico e Nova Suíça emocionou o público presente à 15.ª Torcida de Deus, dia 31 de maio, no Mineirão. Ao som de Kyrie, música de Mozart, tocada durante o Ato Penitencial, as meninas apresentaram uma coreografia produzida especialmente para o evento, pela professora de Arte, Fernanda Figueroa.

Para a aluna Ana Clara Galhano, da turma LR, Unidade Nova Suíça, a apresentação na Torcida de Deus foi gratificante. “Gostei muito da experiência. Foi emocionante, nos apresentamos para Deus, para tantas pessoas que vieram ao Mineirão”, disse Ana Clara.

Júlia de Freitas, da turma LM, Unidade Coração Eucarístico, também estava muito feliz por participar da solenidade de Corpus Christi. “As pessoas da minha família que não puderam vir, estão vendo a cerimônia e a nossa apresentação pela televisão. Trabalhamos para Deus.”

Caravana

Também os pais e familiares de alunos, além de funcionários e professores do Colégio Santa Maria, destacaram o quanto foi importante participar de um momento de oração e louvor a Deus. Para Maria Arlete Corteletti, mãe de dois alunos da Unidade Pampulha, que foi ao evento acompanhada de seus filhos, é fundamental mostrar os valores morais e religiosos às crianças. “É preciso compreender o outro. É fundamental o respeito e amor ao próximo.”

Vera Lúcia de Paiva, mãe de um aluno da Unidade Pampulha, levou para a Torcida de Deus, além de seu filho, o marido, a mãe e uma sobrinha. “Viemos celebrar a fé, a paz”. Alexandre Rodrigues, pai de um aluno da Unidade Contagem, ressaltou que foi um privilégio participar de um evento de comunhão e paz. “O Colégio Santa Maria, com seu compromisso com o ideal cristão, busca a união das famílias. É isso que precisamos.”

DSC_0617.JPGDSC_0710.JPGDSC_0793.JPGDSC_0795.JPG