Você está em:

Campanha da Fraternidade 2015


Todos são chamados a servir, para a edificação do Reino de Deus

Ser participativo, misericordioso, samaritano e ativo na sociedade, pelo bem de todos, através do diálogo e da caridade. É essa a proposta da Campanha da Fraternidade 2015, com o tema "Fraternidade: Igreja e Sociedade" e lema "Eu vim para servir" (Mc 10,45), que busca recordar a vocação e a missão de todos os cristãos e das comunidades de fé, a partir da relação de diálogo e colaboração entre a Igreja e a Sociedade, propostos pelo Concílio Vaticano.

Neste ano, a própria Igreja se vê como sujeito da Campanha em sua relação com a sociedade. Desta forma, a CF2015 ajudará a aproximar, ainda mais, a Igreja da sociedade. A aprofundar, à luz do Evangelho, o diálogo e a colaboração entre ambos, proposto pelo Concílio Vaticano II, como serviço ao povo brasileiro, para a edificação do Reino de Deus (objetivo geral da CF2015).

Confira abaixo o material e artigos sobre a Campanha da Fraternidade 2015.

 



Servir é compromisso cristão.
 

Artigo de Dom Wilson Angotti – bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte.

 


 

 

 


Cartaz da Campanha da Fraternidade 2015

 Cartaz_da_CF_2015-miniatura.jpg

LEITURA DO CARTAZ – CF 2015

O cartaz da CF 2015 retrata o Papa Francisco lavando os pés na Quinta feira Santa de 2014. A Igreja atualiza o gesto de Jesus Cristo ao lavar os pés de seus discípulos. O lava pés é expressão de amor capaz de levar a pessoa a entregar sua vida pelo outro. É com este amor que todo ser humano é amado por Deus em Jesus Cristo. Ao entregar-se à morte de cruz e ressuscitar, como celebramos na Páscoa. Jesus leva em plenitude o ‘Eu vim para servir’ (cf. Mc 10,45).

A Igreja Católica, através de suas comunidades, participa das alegrias e tristezas do povo brasileiro. O Concílio Vaticano II veio iluminar a missão da Igreja que é evangelizar. Evangelizar pelo testemunho dialogando com as pessoas e a sociedade. No diálogo a Igreja (as comunidades), está a serviço de todas as pessoas. Ao servir ela participa da construção de uma sociedade justa, fraterna, solidária e de paz. No serviço ela edifica o Reino de Deus.