Você está em:

Alunos se mobilizam contra a produção dos microplásticos

Os estudantes voluntários do projeto FrancEcoLab Brasil, do 9.º Ano/EF e 2.ª Série/EM, da Unidade Nova Suíça, estão sensibilizando a comunidade educativa em relação aos malefícios do despejo de microplásticos na água dos oceanos, causando um grande impacto para o meio ambiente. Apesar de minúsculos e microscópicos, estes fragmentos são mais poluentes que se pode imaginar, pois são encontrados em grande quantidade no planeta. Devido à fina estrutura, as micropartículas não são filtradas em estações de tratamento de esgoto.

Tais fragmentos estão presentes em esfoliantes de pele, pastas de dente e produtos de banho, entre outros, e o seu acúmulo nos oceanos é um dos fatores que mais compromete a sustentabilidade do bioma marítimo. A mobilização dos voluntários ultrapassou os muros do colégio. Os estudantes estão em contato com parlamentares para que o Projeto de Lei 6528/2016, de autoria do deputado federal Mário Heringer, que está aguardando a designação de novo relator, volte a tramitar na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC).

O projeto, apresentado em novembro de 2016, proíbe a manipulação, a fabricação, a importação e a comercialização, em todo o território nacional, de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumaria que contenham a adição intencional de microesferas de plástico. “Entramos em contato com políticos, advogados e especialistas em meio ambiente para entender o projeto e solicitar a indicação de novo relator”, informou a estudante Gabriela Davies Vieira Costa, da 2.ª Série/EM.

Isabella Lopes de Britto, do 9.º Ano/EF, também integrante do projeto, explicou ainda que os alunos estão participando de debates e atividades com pesquisadores e com os professores orientadores, entre eles o Coordenador de Ciências da Natureza – Química, David Abrão Pereira da Silva. Eles estão produzindo materiais para a sensibilização da comunidade educativa, como folders, panfletos, histórias em quadrinhos, playlists, entre outros. “Estamos agindo localmente, mas pensando globalmente. Enquanto isso, salvamos o mundo”.