Você está em:

A excelência no aprendizado de Física e Matemática

​Buscar a excelência no aprendizado nas áreas de Física e Matemática, entre os alunos do 3.º Ano/EM do Colégio Santa Maria. Esse é o objetivo do Núcleo de Estudos Avançados  de Física e Matemática (NEA), que iniciou suas atividades no dia 15 de março. Os professores responsáveis pelo NEA, Dalton Costa Nogueira, de Física, e Evandro Pinheiro, de Matemática,  explicam que o projeto é voltado para os  alunos que se destacam em suas Unidades terem a oportunidade de desenvolver seus potenciais, através de um trabalho extraclasse, administrado em uma rede social da internet.

“Trata-se de uma modalidade de estudo semipresencial, onde a maior parte dos encontros  é feita virtualmente, na rede social, através de um grupo fechado, no qual apenas os alunos do NEA e os professores responsáveis terão acesso”, destacou o professor Evandro Pinheiro.  Participam do grupo dois alunos de 3.º Ano/EM, de cada Unidade do Colégio Santa Maria, que se destacam nas áreas e que pretendem desenvolver habilidades.

Os membros do NEA participam regularmente das atividades propostas, fazendo os exercícios e os enviando no tempo determinado, para garantir o trabalho coletivo, explica Dalton Costa. Os participantes também serão convidados a assistir um filme ou a ler um texto científico para posterior discussão em grupo.  “É claro que os convidaremos a participar das Olimpíadas Brasileira de Astronomia, Física e Matemática, além da Olimpíada Mineira de Matemática”, continuou Dalton Costa.

Artigo

Ao longo do ano, os alunos do NEA irão escrever um trabalho sobre determinado tema (a ser estipulado pelos coordenadores) nas áreas de Física e Matemática,  que, posteriormente, será apresentado a toda a comunidade escolar. “Após o Enem, o vestibular, faremos uma análise crítica de toda a produção do grupo.  Escreveremos um artigo científico de alto nível, que será apresentado à direção do Colégio Santa Maria”, disse Dalton Costa.

Os coordenadores destacaram ainda o aspecto de generosidade do grupo, tendo em vista que os conhecimentos adquiridos através do NEA podem –  e devem – ser retransmitidos aos demais alunos.  “Apesar de ser um grupo fechado, explicamos muito aos participantes que eles são transmissores do conhecimento, ou seja, devem levar o saber aos seus colegas”, acrescentou Dalton Costa.

 

Foto alterada.jpgDSCF0798.JPGDSCF0796.JPG